3

Compreende o desenvolvimento de estudos sobre a distribuição dos eventos relacionados à saúde em populações, análise crítica e avaliação de seus determinantes (fatores físicos, biológicos, sociais, culturais e comportamentais) e aplicação do conhecimento produzido em ações que visem à formulação de políticas, o planejamento e a gestão de intervenções voltadas ao adequado enfrentamento dos problemas de saúde.

Linhas de Pesquisa

Políticas, Planejamento, Avaliação de Sistemas, Serviços e Programas de Saúde

Desenvolvimento de estudos sobre formulação, planejamento, organização, implementação, execução e avaliação de políticas, programas, sistemas, serviços e práticas de saúde, em seus aspectos estruturais, processuais e de resultados. Estudos críticos, de natureza analítica ou avaliativa, investigam os problemas de saúde e as soluções institucionais que o Estado e a sociedade provêm, no âmbito público e privado; discutem as dimensões e relações técnicas, administrativas, políticas e ideológicas que produzem e re-produzem os modos de pensar e fazer no campo da saúde; e articulam as ações desenvolvidas em espaços de complexidade diversa, com ênfase especial às posições ocupadas pelos sujeitos, seus saberes, sentidos, significados, discursos e representações.

Coordenador(a):

Docentes:

Saúde de grupos populacionais específicos

Analisa problemas de saúde em diferentes grupos específicos (crianças, adolescentes, mulheres e idosos) com focos de interesse diversos (saúde bucal, saúde reprodutiva, saúde mental, violência, mortalidade por causas externas). Investiga indicadores de saúde desses grupos específicos com o objetivo de identificar os fatores determinantes das condições observadas e de avaliar as condições de assistência. Estuda os aspectos epidemiológicos dos problemas de saúde pública com destaque para violência na infância e adolescência, assim como problemas de saúde enfrentados por grupos considerados em situação de vulnerabilidade devido à determinação social como as populações quilombola, negra, moradora de rua, indígena, LGBTT, albina e pessoas privadas de liberdade.

Coordenador(a):

Docentes:

Saúde, trabalho e ambiente

Estudo das condições de trabalho (meios de trabalho, fatores do ambiente ocupacional e da organização do trabalho) e dos problemas de saúde a elas relacionados como problemas de saúde pública; avalia associação entre características do trabalho e ocorrência de agravos à saúde; analisa contaminação ambiental e suas repercussões sobre a saúde das populações humanas.

Coordenador(a):

Docentes:

Epidemiologia em Saúde Bucal

Objetiva promover a utilização da Epidemiologia no campo da Saúde Bucal para o levantamento das condições de saúde bucal da população, por meio da investigação das doenças bucais mais frequentes, seus fatores de risco e determinantes, bem como a sua relação com doenças e condições sistêmicas. Visa ainda, por meio dos levantamentos epidemiológicos, fornecer informações que contribuam para o planejamento, administração e avaliação das ações e serviços de saúde bucal.

Coordenador(a):

Docentes: