3

Núcleos de Pesquisa

Parte significativa das atividades desenvolvidas pelo PPGSC da UEFS é organizada tomando-se como base de sustentação os núcleos de pesquisa. Com a consolidação dos núcleos, a pesquisa passou a ser atividade contínua, envolvendo número crescente de alunos de graduação e de pós-graduação, inclusive professores de outras instituições, muitos egressos do PPGSC, que não contam ainda com programas de pós-graduação em saúde coletiva em suas universidades. Os núcleos têm permitido a implantação e o fortalecimento das linhas de pesquisa do PPGSC. A estruturação do PPGSC a partir de núcleos de pesquisa constitui ponto forte do nosso programa, por várias razões:

  • Fortalece a perspectiva de trabalho coletivo – as equipes formadas para desenvolver as atividades dos núcleos reúnem vários profissionais, de diferentes formações, que se debruçam sobre temáticas de interesse comum;
  • Possibilita a integração de docentes, pesquisadores, técnicos, alunos de graduação e pós-graduação nas atividades desenvolvidas;
  • Permite a criação de infra-estrutura e de condições de trabalho adequados à natureza das atividades a serem desenvolvidas, por meio da captação de recursos externos – viabilizada pelo esforço conjunto desses grupos;
  • Favorece a inserção dos novos doutores da instituição, oferecendo condições de absorção nas pesquisas em andamento;
  • Incentiva a cooperação e o estabelecimento de parcerias intra e interinstitucionais.

Atualmente há, em atividade, dez núcleos de pesquisa vinculados ao PPGSC. Registra-se que três desses grupos foram constituídos em 2010, oriundos de grupos de pesquisa já existentes no Programa. O desenvolvimento e aprofundamento de investigações em sublinhas específicas produziram as condições favoráveis para uma maior especificidade das pesquisas realizadas, promovendo a criação de novos grupos – fato relevante e positivo para o crescimento e consolidação do programa, aumentando o leque de sua atuação. Nota-se ainda que os novos grupos foram criados no momento em que dispunham, principalmente, de recursos próprios, obtidos de agências de fomento à pesquisa. Ou seja, foram a partir da garantia de que a continuidade das atividades desenvolvidas seriam mantidas e constituídas as condições para sua ampliação.